MENU 

Conquistas da ABAN em 2018


O ano já começou, mas a gente não poderia deixar de relembrar tudo o que foi conquistado em 2018. Diante de tantas atividades e trabalhos, selecionamos algumas informações sobre nossos projetos. Afinal, o planejamento para o futuro requer o aprendizado e a comemoração daquilo que passou, certo? 

 

Em 2018, promovemos a adoção responsável de 35 cães, proporcionando a essas criaturas um lar e uma família que os ame e às famílias um novo melhor amigo.

 

Capacitamos 30 jovens do bairro Dom Bosco para ampliar seu projeto de vida pessoal. Ao fim do ano, realizamos a formatura de 06 deles e todos já possuem propostas concretas de estudo e trabalho para 2019. 

 

Realizamos 45 consultas gratuitas para animais carentes. Protegemos dezenas de animais de infecções através de campanhas de vacinação e vermifugação no Dom Bosco e Jardim casa Blanca. Além disso, realizamos 56 castrações gratuitas, salvando assim dezenas de animais da morte por tumores, infeções, desnutrição e maus tratos.

 

Recolhemos 11.780 litros de óleo, o que corresponde a 235,6 milhões de litros de água do rio Paraibuna não poluídos. Estamos concretamente estimulando Juiz de Fora a salvar o Rio paraibuna.

 

Desenvolvemos habilidades lúdicas e de autoestima em 25 crianças e adolescentes no bairro Jardim Casablanca. São crianças estimuladas a permanecer na escola e ter foco e disciplina para sonhar e realizar seus sonhos.

 

Apoiamos e capacitamos 4 novas empreendedoras que já iniciaram seus pequenos negócios. São 4 mulheres que receberam treinamento, crédito e estrutura para gerar renda. Isso muda diretamente a qualidade de vida destas quatro famílias.

 

Realizamos obras de melhoria na residência de 5 famílias. São cinco famílias que passaram a ter banheiros, cozinha e quartos com dignidade e segurança. Isso gera saúde, proteção e qualidade de vida para estas famílias. Também ampliamos as sedes Dom Bosco e Jardim Casablanca, além de promovermos melhorias na Casa Benjamin e na Clínica Veterinária.

 

Realizamos 45 visitas para promoção de educação em saúde em famílias do bairro Dom Bosco. Além disso, compramos remédios, pagamos exames, acompanhamos consultas, organizamos equipes de cuidadores, monitoramos situações de risco. Salvamos vidas com atenção, cuidado e compromisso.

 

Hospedamos 7 pessoas que vieram a Juiz de Fora realizar tratamento de saúde ou acompanhar enfermos. Possibilitamos que essas pessoas terminassem seus tratamentos ou tivessem suporte físico e emocional para lutar num momento crÍtico de suas vidas.  

 

Estimulamos 75 detentos a construírem novas possibilidades para sua vida. Acolhemos, ouvimos, estimulamos esses homens e mulheres a avaliar suas vidas e traçar caminhos de recomeço e superação da criminalidade. 

 

Acolhemos 30 imigrantes que receberam apoio para sua inserção na cidade de Juiz de Fora. Permitimos e estimulamos que 30 famílias recomeçassem sua vida depois de um grande e longo sofrimento. O imigrante passa por fome, medo, opressão, violência ante de chegar aqui. O projeto deu condições físicas e emocionais para virar a página de suas vidas e recomeçar.

 

Assistimos  104 pessoas por meio da metodologia Vida Plena, oferecendo apoio em seu desenvolvimento em uma perspectiva biopsicosocial. Através do Vida Plena estimulamos e demos suporte para que mais de 20 famílias trilhassem um caminho de desenvolvimento humano e social em busca de seus direitos e sua dignidade.

 

Em 2018, realizamos assistência jurídica para cerca de 15 pessoas carentes. Permitimos que pessoas que de fato acessassem a justiça e caminhassem rumo a uma cidadania plena.

 

Realizamos  20 visitas a enfermos para promover momentos de espiritualidade. Fomos ao encontro, acolhemos, ouvimos e deixamos uma palavra amiga a 20 pessoas que vivem uma etapa crítica em suas vidas. A enfermidade é um momento de prova e a presença de amigos faz uma grande diferença não somente para o emocional mas também para o processo de cura.