MENU 

Vida Plena reúne mães para refletir e discutir questões sobre o cuidado


Para discutir os inúmeros papéis que as mães desempenham na vida de seus filhos e o que isso representa para cada uma delas, o Vida plena realizou uma reunião em homenagem ao dia das mães. A atividade fez parte do cronograma da metodologia e contou com integração, desabafos, partilhas e leituras. O Vida Plena é um método integralista de desenvolvimento humano que abrange todos os projetos da ABAN e articula a rede existente nos bairros.

 

Segundo a gestora do Vida Plena, Maira Leon Ferreira, questões como laços sanguíneos, o papel da mãe como cuidadora, a divisão de atenção entre mais de um filho e sugestões sobre com melhorar essas relações foram elaboradas. “Cada uma compartilhou qual foi a maior dificuldade na criação de seus filhos e a maior alegria. Tivemos um feedback muito positivo, algumas mulheres deram depoimentos emocionantes e disseram que estão se sentindo mais calmas, capazes de controlar a agressividade e mais pensativas sobre como agir”.

 

Entenda o Vida Plena

O Vida Plena é um método integralista de desenvolvimento humano e está sendo retomado e renovado em 2018. A metodologia abrange todos os projetos da ABAN e articula a rede existente nos bairros. Estão sendo feitos o recadastramento de famílias antigas, o cadastro de novas e a inclusão de conhecimentos da Psicologia Social, a serem desenvolvidos nas reuniões de grupo.  

 

Esse método funciona como uma ponte entre todos os projetos da ABAN. O objetivo é assistir diretamente às famílias, com visitas domiciliares e reuniões de grupo. O empoderamento e o desenvolvimento humano dos familiares cadastrados também são incentivados. Essa rede procura romper com a lógica assistencialista e investe em um desenvolvimento integral das famílias, para mostrar a elas que existe possibilidade de desenvolver a autonomia frente aos desafios na comunidade.